fbpx
Pesquisar
Close this search box.

Aumento da arrecadação através da legalização dos jogos

 

Com a análise das propostas que tramitam na Câmara para a criação do marco regulatório dos jogos no Brasil, a expectativa é de um aumento da arrecadação do governo. Segundo entidades que defendem a proposta, estima-se que o jogo no Brasil irá movimentar aproximadamente R$ 55 bilhões por ano, com perspectiva de arrecadação chegando aos 16 bilhões.

As propostas apresentadas deverão possibilitar a legalização de caça níquel, casas de jogos, jogo do bicho, cassinos e outras modalidades que seguem há 70 anos proibidas. Um dos argumentos a favor da decisão têm sido o momento da crise econômica vivido pelo país, permitindo a diminuição do rombo orçamentário.

Segundo o Instituto Jogo Legal, os jogos ilegais movimentam hoje cerca de R$ 20 bilhões. A regulamentação dos jogos no Brasil deveria aquecer o setor, com estimativas de que o mercado movimente na casa dos R$ 55 bilhões anuais, gerando uma arrecadação na casa dos R$ 16 bilhões.

Além do aumento da arrecadação

O turismo se apresenta como um forte beneficiário da regulamentação dos jogos no Brasil. Algumas especulações apontam para um possível polo de turismo de apostas em Manaus e algumas cidades da Região Norte. Isso iria impulsionar o turismo em capitais remotas. Caso aprovado em São Paulo, o Rio de Janeiro também deve se tornar um polo para este tipo de turismo. Confira a lista:

  • Será possível cobrar impostos que atualmente são sonegados em jogos clandestinos
  • Diminuir a corrupção de agentes da lei que exercem poder sobre as casas clandestinas
  • Estimativa de geração de mais de 400 mil empregos diretos e indiretos
  • Fiscalização da exploração do jogo (e consequente punição de quem explora o jogo de forma inapropriada)
  • Maior poder de fiscalização por parte da receita federal.
  • Inviabilizar as casas de jogos como mecanismo de lavagem de dinheiro
  • Incremento em mais de 200% no potencial turístico das cidades
  • Melhor percepção do negócio por parte da sociedade

Segundo a Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação – FBHA, a regulamentação dos jogos pode ser uma oportunidade para superar a crise e retomar o crescimento econômico do país.

Situação atual

A regulamentação tramita no congresso nacional, direcionando-se para um desfecho positivo; contudo, ainda existem alguns impasses a serem resolvidos, principalmente sobre o destino das verbas e a forma de taxação do imposto.

O principal argumento das pessoas e entidades que se posicionam contra – a possibilidade de lavagem de dinheiro – em contas simples se provou matematicamente desinteressante, existindo vários outros negócios onde esse procedimento pode ser feito por uma fração do custo de fazê-lo sobre uma casa de jogos operando legalmente.

Entidades do setor hoteleiro e representantes do segmento têm atuado ativamente a favor da regulamentação e no esclarecimento da população. Atletas e celebridades têm se posicionado sobre a questão, frequentemente manifestando opiniões em favor da regulamentação.

Por uma demanda da própria sociedade, seguimos caminhando para a regulamentação, que se estima somar diretamente 16 bilhões de reais por ano aos cofres públicos, culminando dessa forma no aumento da arrecadação atual do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter e não perca nenhuma novidade!